Dia das Crianças ADIMAX

Presentear com pet requer planejamento familiar e decisão consciente

Para muitas famílias, o Dia das Crianças é a ocasião perfeita para presentear com um pet. Afinal, os pequenos costumam ser loucos por animais, muitas vezes anseiam por um bichinho e a data é um convite para atender esse desejo.

Os pets, em especial os cães e gatos, têm o dom de levar alegria aos lares. Além disso, são responsáveis por diversos benefícios para as crianças: estimulam o senso de responsabilidade, pois são dependentes de alguém para alimentá-los, levá-los para passear, manter sua higiene e a do ambiente e dar-lhes amor e carinho; contribuem para o desenvolvimento emocional; promovem o convívio social, auxiliando nos casos de timidez; estimulam brincadeiras e atividade física; podem ajudar a acalmar e relaxar, auxiliando no controle do estresse.

No entanto, introduzir um pet na família requer mais do que um ato impulsivo para agradar as crianças. Antes de comprar ou adotar um animalzinho, é importante fazer um planejamento e discutir entre todos os membros as questões relacionadas à posse responsável, levando em consideração a rotina e o estilo de vida da família, se já tem outros pets em casa, as responsabilidades do dia a dia, se alguém apresenta alergias, possibilidade de objetos danificados por filhotes ou durante a adaptação, as condições financeiras para manter o animal, entre outras. Se a família não estiver preparada, provavelmente terá problemas.

Uma decisão consciente evita que o destino do pet seja o abandono nas ruas ou a devolução ao abrigo de origem. Dados da Organização Mundial da Saúde apontam que no Brasil existem cerca de 30 milhões de animais abandonados, sendo 20 milhões de cães e 10 milhões de gatos.

A médica veterinária Lara Volpe destaca o impacto que o abandono ou a devolução pode trazer para um pet: “Os animais são capazes de experimentar sentimentos como alegria, dor, tristeza e solidão. Diante disso, a conscientização sobre a guarda responsável é ainda mais importante”.

Ao optarem por incluir um pet na família, os novos tutores devem assumir as responsabilidades e zelar pela sua saúde, e os cuidados começam com a alimentação. Lara, que faz parte da equipe técnica da Adimax, uma das maiores fabricantes de alimentos para cães e gatos do Brasil, orienta: “Os animais têm necessidades específicas que dependem do seu porte, da idade, da condição física, entre outros fatores. Filhotes têm necessidades diferentes de animais adultos e idosos, assim como os castrados, os com tendência ao ganho de peso, ou ainda os de pelagem longa”. A veterinária explica que oferecer um alimento vai além de saciar a fome do animal de estimação: “O cuidado com a nutrição dos pets pode evitar doenças e garantir uma vida longa e saudável, por isso, a recomendação é que os tutores busquem alimentos completos, que forneçam todos os nutrientes que ele precisa em cada momento da sua vida”.

Oferecer alimentos nutricionalmente balanceados desenvolvidos especialmente para cães e gatos é o primeiro passo para ter um animal saudável, cheio de energia e garantir uma relação feliz e duradoura com as crianças e toda a família.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email

Notícias relacionadas