Alimentos Tóxicos para Gatos — Saiba Quais Evitar 

Você tem o hábito de oferecer petiscos ao seu bichano? Pois saiba que existem alimentos tóxicos para gatos que estão presentes no nosso dia a dia. Essas iguarias, muitas vezes deliciosas para humanos, podem prejudicar a saúde dos pets e, por esse motivo, é importante ter muito cuidado para evitar problemas mais sérios.

Continue a leitura deste texto para saber mais sobre:

  • por que é importante evitar alimentos tóxicos para gatos;
  • quais são os principais alimentos tóxicos para gatos;
  • como evitar a ingestão de alimentos tóxicos para gatos;
  • o que fazer em caso de ingestão de alimentos tóxicos para gatos.

Por que é importante evitar alimentos tóxicos para gatos?

Alguns alimentos que você consome podem parecer inofensivos para o seu bichano. Porém, muitos deles são tóxicos para gatos e o seu consumo pelo animal pode levar ao aparecimento de sintomas desagradáveis e até complicações de saúde. Isso porque, dependendo do alimento e da quantidade ingerida, eles podem provocar problemas mais graves, levando ao risco de morte.

Confira os principais alimentos tóxicos para gatos

Agora que você sabe que existem alimentos proibidos para os gatos, conheça os principais deles e prepare-se para evitar a exposição do seu bigodudo a eles:

Chocolate

O chocolate possui substâncias que são tóxicas aos bichanos, como a cafeína e teobromina – estimulantes do sistema nervoso e do coração. Diferentemente de nós humanos, os gatos não conseguem metabolizar eficientemente esses compostos.

A ingestão de chocolate em pequenas quantidades pode causar alguns sintomas indesejáveis, como vômito, fraqueza e diarreia.

Já nos casos em que o pet consome uma grande quantidade de chocolate, os sintomas são mais graves, podendo ocorrer o aumento da frequência dos batimentos cardíacos e convulsões, o que pode levar até à morte.

Café

Muito similar ao que ocorre no chocolate, o café contém a cafeína, uma vilã para os bichanos! Não importa se é a bebida ou o pó do café, ambos podem causar hiperatividade, taquicardia e convulsões nos felinos.

Cebola e alho

Ingredientes comuns na nossa cozinha, a cebola e o alho, apesar de parecerem inofensivos, são considerados alimentos tóxicos para gatos. Estes temperos possuem compostos que são tóxicos aos glóbulos vermelhos dos gatos, o que pode levar a casos de anemia, e até mesmo, à morte.

Portanto, não compartilhe sua comida com seu pet, muito menos se tiver cebola e alho, mesmo que ele esteja te olhando com aqueles olhinhos pidões enquanto você almoça! 

Uvas

A uva, uma fruta comum no nosso dia a dia e que parece absolutamente inofensiva, também entra na lista de alimentos tóxicos para gatos. As uvas (inclusive a uva-passa) possui uma substância tóxica aos animais que pode provocar alterações como o aumento da frequência urinária e da ingestão de água, ocasionando lesões nos rins.

Como evitar a ingestão de alimentos tóxicos para gatos?

A melhor maneira de evitar que o seu pet sofra com intoxicação de alimentos, é prevenir o seu consumo. Sendo assim, os alimentos tóxicos para gatos devem ser armazenados em locais seguros e longe do alcance do bichano! 

É importante evitar de oferecer eventuais sobras de nossas refeições ou sobremesas aos gatos, já que muitos ingredientes inofensivos da nossa alimentação podem ser tóxicos aos gatos. 

Além disso, alguns gatos podem ter o hábito de vasculhar cestos de lixo em busca de restos de alimentos. Por isso, mantenha as lixeiras bem tampadas e a vigilância constante ao passear com o gato.

O que fazer em caso de ingestão de alimentos tóxicos para gatos?

Se você tiver qualquer suspeita de que seu gato tenha comido algum alimento tóxico, leve-o imediatamente até um médico-veterinário. Não espere que os sintomas fiquem mais graves e jamais tente fazer o tratamento em casa. Lembre-se de que alguns alimentos são muito perigosos para a saúde do pet e só um profissional poderá orientar você da maneira certa.

Procure manter o bichinho calmo e identifique sinais que indicam intoxicação, como:

  • vômito;
  • diarreia;
  • fraqueza;
  • convulsões.

Além de relatar os sintomas ao médico-veterinário, é importante anotar quando estes sinais clínicos se iniciaram. Esta informação é extremamente valiosa, pois ajudará o médico-veterinário a chegar ao diagnóstico correto.

Os alimentos tóxicos para gatos devem ser mantidos sempre à distância para evitar problemas sérios. Dessa forma, você vai conseguir garantir a saúde e o bem-estar do seu peludo.

Agora que você já sabe como proteger o seu gato de alimentos tóxicos, entenda como garantir sua saúde e felicidade. Confira nossas dicas para manter a imunidade dos felinos em alta.

Compartilhe

Notícias relacionadas