4 Comidas Para Gato Que São Proibidas

Se você tem um gato, com certeza uma das preocupações é a respeito da alimentação do bichinho, não é mesmo? Afinal, é extremamente importante que os tutores conheçam quais são as comidas para gato que são proibidas a fim de evitar problemas como a intoxicação, que pode causar vômitos e diarreia nos pets.

Se você quer saber quais são esses alimentos que devem ser banidos totalmente da dieta dos gatinhos, continue a leitura deste artigo!

4 comidas para gato que são proibidas

Veja quais são as comidas para gato que são proibidas e garanta uma alimentação adequada para manter a saúde do seu pet em dia.

1. Chocolate

O primeiro item da lista das comidas para gato que são proibidas é o chocolate. Você provavelmente já ouviu falar que esse alimento não pode ser consumido por cachorros, certo? Saiba que eles também não devem estar na dieta dos gatinhos.

Isso porque o chocolate contém duas substâncias tóxicas para esses animais: cafeína e teobromina. Elas podem causar:

  • vômitos;
  • convulsões;
  • diarreia;
  • problemas cardíacos.

Além disso, para alguns animais mais sensíveis, o chocolate pode chegar a provocar a morte. Portanto, deixe esse alimento tão perigoso bem longe dos bichinhos.

2. Açúcar

Além do chocolate, temos o açúcar como mais uma das comidas para gato que são proibidas. Então, já sabe… nada de dar nenhum tipo de doce para os felinos.

Além dos gatos terem um paladar menos aguçado que nós humanos em relação aos sabores doces, estes não têm nenhum valor nutricional para os pets e podem causar diversos problemas, como obesidade e diabetes.

3. Alho e cebola

Saindo do universo dos doces, temos o alho e a cebola. Muitas pessoas pensam que, por serem alimentos naturais e considerados saudáveis na dieta humana, esses alimentos também podem ser oferecidos aos animais. Porém, o alho e a cebola são opções que não devem ser incluídas na dieta dos felinos.

Estes temperos atacam as células do sangue e podem causar anemia nos gatinhos.

4. Leite e derivados

Quando falamos em gatos, muitas pessoas têm um cenário em comum na cabeça: os felinos tomando leite, assim como víamos nos desenhos animados quando éramos crianças, não é mesmo?

Porém, o que muitos não sabem é que esse alimento é proibido para os felinos. Seus derivados, como queijos e iogurtes, também. Isso mesmo!

Após o desmame, o leite deve ser totalmente retirado da dieta dos gatos. 

Os gatos, durante o período de amamentação, apresentam uma alta capacidade de digerir a lactose (o açúcar presente no leite), mas ao crescerem, perdem essa eficiência na digestão desse açúcar, e se tornam intolerantes à lactose. 

Por isso, o consumo de leite pelo gato adulto pode causar:

  • vômito;
  • diarreia;
  • dores de barriga;
  • problemas gastrointestinais.

Importância de uma alimentação adequada para os pets

Como você viu neste artigo, existem muitos alimentos que os gatos não podem comer, afinal, causam diversos problemas à saúde, podendo até levar à morte, dependendo da quantidade ingerida. Portanto, é indispensável evitar as comidas proibidas e investir em uma dieta adequada para esses animais.

Para isso, é importante oferecer um alimento completo e balanceado, desenvolvido especialmente para gatos e que contenha todos os nutrientes para uma vida saudável.

Uma excelente escolha são os alimentos da família de produtos Fórmula Natural, oferecida pela Adimax. Desenvolvidos por médicos-veterinários, os alimentos para gatos da Fórmula Natural atendem a diferentes necessidades e são naturalmente saborosos e nutritivos, incluindo opções de sabores como frango, carne e salmão. 

Confira as opções no site, escolha a que melhor atende seu gatinho e garanta uma vida mais saudável para seu pequeno felino. 

Em caso de dúvidas entre em contato conosco através de nosso SAC:

  • E-mail: sac@adimax.com.br
  • Whatsapp: (15) 99832-5964
  • Telefone: 080 0773-3577 – nosso 0800 recebe ligações de celular
  • Chat: disponível em todos os sites oficiais da Adimax

Horário de Atendimento: de segunda a sexta-feira (exceto feriados nacionais), das 08:00 às 16:30.

Compartilhe

Notícias relacionadas