Filhote De Cachorro — 5 Cuidados Que Você Precisa Ter

Filhote De Cachorro — 5 Cuidados Que Você Precisa Ter

Ter um cãozinho como companheiro no dia a dia é o sonho de muitas pessoas. Mas, junto com a alegria e animação desse novo morador da casa, vem também algumas responsabilidades. Afinal, ter um filhote de cachorro exige cuidados especiais para garantir a qualidade de vida do pet, que vão desde o espaço onde o cachorro ficará na casa até os passeios e brincadeiras com os bichinhos.

Quer conhecer os principais pontos de atenção que não podem ficar de fora da lista de cuidados dos tutores e que vão permitir que os cães tenham uma vida muito mais feliz e saudável? Continue lendo este artigo!

5 cuidados necessários para cuidar de um filhote de cachorro

Todos os cães precisam de muito carinho, atenção e, principalmente, amor de sobra. Mas quando falamos de um filhote de cachorro, precisamos adotar alguns cuidados especiais. Afinal, eles estão em fase de adaptação a um novo ambiente e também estão crescendo e se desenvolvendo.

Então, confira cinco cuidados básicos essenciais que vão tornar a vida do seu companheiro canino muito melhor.

1. Prepare a casa para receber o filhote

Antes de mais nada, é essencial preparar a sua casa para receber um novo morador. Para isso, compre itens indispensáveis para uma rotina saudável para o pet, como:

  • bebedouro e comedouro;
  • casa ou cama de cachorro;
  • brinquedos.

Ainda falando sobre a ambientação, é importante definir onde cada coisa ficará localizada para que o pet tenha bem claro onde é o lugar de comer, dormir e, principalmente, fazer xixi e cocô. 

Portanto, selecione um lugar com fácil acesso e longe da área de alimentação do cachorro para ser o banheiro do seu novo companheiro canino, além de separar um canto quentinho e confortável para colocar a caminha do pet.

Além disso, tenha cuidado com itens da casa que estejam ao alcance do animal e que possam oferecer algum risco a ele, como produtos químicos, fios elétricos, acessórios de vidro etc.

Lembre-se que um filhote de cachorro é curioso. Ele irá explorar todo o ambiente para conhecer a nova casa e não saberá distinguir entre o que é ou não seguro. Por isso, a responsabilidade do tutor é garantir que o cãozinho não tenha acesso a nada prejudicial ao seu bem-estar.

2. Saia para passear com o cãozinho

Um filhote de cachorro tem altos níveis de energia que precisam ser gastas de uma maneira saudável, caso contrário, os bichinhos acabam buscando seu próprio jeito de liberar toda essa energia dentro de casa mesmo. Isso significa que eles podem acabar roendo móveis ou correndo pelos cômodos e quebrando objetos pelo caminho.

Para evitar isso, reserve horários durante a semana para levar seu pet para passear. Seja em um parque, praça ou apenas para dar uma volta no quarteirão, o importante é sair.

Mas também é preciso tomar muito cuidado nesse momento. Então, evite sair de casa em horários que o sol esteja muito forte, porque isso faz com que o chão quente queime as patinhas do seu novo amigo.

Além disso, lembre-se de levar uma sacolinha plástica para recolher o cocô do pet e um pouco de água para passeios mais longos.

3. Treine seu novo companheiro

Todos os cães podem ser adestrados e aprender a ter um bom comportamento, mas durante a fase inicial da vida o processo é bem mais fácil. Portanto, aproveite esse momento para treiná-lo.

Você pode investir em comandos básicos, como os truques de sentar ou dar a patinha e também ensinar seu pet a fazer xixi e cocô no lugar certo. Quanto mais cedo ele aprender, melhor.

Além disso, existem duas dicas que podem te ajudar nesse treinamento:

  • usar o reforço positivo durante o adestramento para que o animal entenda quais são as atitudes que você, tutor, aprova;
  • comprar um tapete higiênico para que o cãozinho use como banheiro.

E não se esqueça: cada cachorro tem uma personalidade diferente e precisa de seu próprio tempo para aprender. Portanto, tenha paciência e cuidado ao ensiná-lo.

4. Leve o filhote de cachorro ao veterinário

O acompanhamento de um veterinário é fundamental para garantir o bem-estar do seu pet. Ele irá recomendar boas práticas para a rotina do cãozinho, dar as vacinas necessárias e, principalmente, avaliar a saúde do animal para garantir que tudo esteja saudável.

Lembre-se também que este acompanhamento veterinário deve ser mantido mesmo após o crescimento do cãozinho. Essa é uma boa prática que não é exclusiva apenas para os filhotes, combinado?

5. Ofereça uma alimentação adequada

O filhote de cachorro está em fase de crescimento e precisa de diversos nutrientes. Além disso, ele tem bastante energia que precisa ser reposta por meio de uma alimentação adequada. Por isso, fique atento a dois pontos indispensáveis em relação à dieta dos bichinhos:

  1. ofereça água à vontade e sempre troque-a para garantir que ela esteja limpa e fresca;
  2. dê apenas a ração adequada de acordo com a idade e o porte do seu pet.

Confira algumas opções da Fórmula Natural que a Adimax oferece:

Os produtos são de alta qualidade e contam com os nutrientes essenciais, como as proteínas, para uma alimentação saudável para os bichinhos.

Gostou do artigo? Então confira também as vantagens da ração super premium e veja a importância que esse tipo de alimento tem na dieta do seu novo companheiro.

Compartilhe

Notícias relacionadas

VET ESTÁGIO | EDIÇÃO 2021

A nova edição do programa Vet Estágio, vinculado à Fórmula Natural, está com vagas abertas nas quatro unidades da Adimax, localizadas em Salto de Pirapora/SP, Abreu

Saber mais