Chute Inicial

A Chute Inicial Corinthians é a rede oficial de escolas de futebol do Sport Club Corinthians Paulista, atendendo alunos de 4 a 17 anos de idade. É considerada uma das maiores e mais bem estruturadas redes de futebol licenciadas do Brasil e tem a Adimax, por meio da marca Magnus, como sua patrocinadora oficial desde 2017. Um dos objetivos fundamentais da rede, além de ensinar as técnicas e táticas do futebol, é transmitir conceitos pedagógicos e valores relacionados à cidadania, ao mesmo tempo em que propicia o ingresso dos melhores talentos nas categorias de base do Corinthians. Site: http://chuteinicial.corinthians.com.br/

Notícias Chute Inicial

Acompanhe as notícias das equipes do Futsal

Site Adimax inclui acessibilidade virtual para pessoas com deficiência auditiva
Site Adimax inclui acessibilidade virtual para pessoas com deficiência auditiva

Ferramenta Hand Talk possibilita acessibilidade digital a milhões de pessoas surdas

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 360 milhões de pessoas possuem deficiência auditiva no mundo; no Brasil esse número ultrapassa os 10 milhões (IBGE).

A língua utilizada pela comunidade surda brasileira é a Libras (Língua Brasileira de Sinais), reconhecida por lei como uma língua, assim como o português. Isso acontece porque a Libras trabalha exclusivamente com a comunicação visual, diferentemente da língua portuguesa, um idioma processado a partir de sons, o que torna o aprendizado por parte dos surdos mais difícil – a maioria das escolas do país ainda não consegue oferecer uma boa estrutura de ensino para os surdos.

Ao trazermos esse assunto para a esfera digital, o problema ganha um contorno preocupante: a falta de acessibilidade em Línguas de Sinais faz com que a internet esteja praticamente offline para uma parcela significativa da população, que não consegue consumir qualquer tipo de conteúdo. Apesar de ser obrigatória por lei desde janeiro de 2016, quando a Lei Brasileira de Inclusão entrou em vigor, a acessibilidade digital ainda está longe de ser uma realidade no Brasil. Menos de 1% dos sites brasileiros está acessível.

Diante desse contexto e por ser parte de seu propósito, o site da Adimax, além de já possuir acessibilidade para pessoas com deficiência visual, agora disponibiliza a ferramenta Hand Talk, um plugin em Libras com dois tradutores virtuais, o Hugo e a Maya, que fazem a tradução automática de texto e áudio para a Línguas de Sinais.

Este é mais um passo que a Adimax acredita ser um avanço para a acessibilidade, mostrando que é possível disponibilizar uma tecnologia fácil, interativa e que abra as portas para um público de milhões de pessoas de forma inovadora e socialmente responsável.

Em Parceria com Prefeituras, Adimax Adere À Lei de Banco de Rações
Em Parceria com Prefeituras, Adimax Adere À Lei de Banco de Rações
Instituto Magnus busca voluntários para socializarem futuros cães-guias
Instituto Magnus busca voluntários para socializarem futuros cães-guias

Moradores de Itu, Salto, São Roque e Indaiatuba podem participar da formação dos animais. Socialização dura um ano e todas as despesas são arcadas pelo instituto

Há três anos, o Instituto Magnus realiza um trabalho muito especial: treina e doa cães-guias para serem os olhos de pessoas com deficiência visual de todo o Brasil. Inaugurado em 2018 em Salto de Pirapora, já doou mais de 40 cães, e para continuar sua atuação como entidade promotora da inclusão social e da cidadania destas pessoas em situação de vulnerabilidade, está buscando famílias socializadoras de futuros cães-guias. Moradores das cidades de Itu, Salto, São Roque e Indaiatuba podem participar, pela proximidade da sede do instituto, que oferece toda a assistência durante a socialização.

As famílias socializadoras têm papel fundamental no processo de formação de um cão-guia e sem elas, o trabalho para. Os voluntários recebem os filhotes em suas casas por um ano e têm a missão de apresentá-los às mais diversas situações do cotidiano, para promover seu desenvolvimento e acostumá-los às atividades do dia a dia. Além, é claro, de darem a eles tempo e amor. Durante este período, o Instituto Magnus é responsável pelas despesas com alimentação e assistência veterinária.

Adelaide Clotilde Binelli Bresciani é moradora da cidade de Indaiatuba e voluntária no Programa Cão-Guia. Há 02 meses  meses, socializa a labradora Poli: “Ter um filhote em casa é muito gostoso e gratificante, mas também exige comprometimento de todos os membros da família. Quando Poli chegou com sua alegria e afeto, pudemos sentir a maior empatia e compreensão pela causa. Além disso, apresentar o mundo a ela tem sido uma experiência de descoberta, até mesmo para nós, em relação à sociedade e lugares ao nosso redor. Com certeza essa experiência ficará marcada em nossas vidas, assim como as lembranças que teremos da Poli em nossos corações”, afirma.

(Precisaremos do nome completo do marido e filha: Ana Flávia Bresciani da Veiga e Fernando de Arruda Fanchini)

O desafio das famílias socializadoras é saber que depois desse período, os animais vão seguir sua missão: voltarão para o instituto, onde ainda ficam cerca de cinco meses em treinamento para se tornarem aptos a serem guias. Após formados, poderão ser doados para conduzir pessoas com deficiência visual de todo o Brasil.

“Em um trabalho voluntário como este sempre haverá julgamentos. As coisas que mais ouvimos desde o início do programa são: ‘Nossa, vocês são loucos, vão se apegar ao cão à toa! E na hora de devolver?’”, conta Vinícius Correia da Silva , morador de Salto e socializador do Luigi. “Mas quando o amor lhe transborda a alma, tudo que podemos oferecer é esse amor, que nos permite realizar essa doação de tempo e dedicação. É também o amor que nos fará ir às lágrimas quando o Luigi tiver que seguir sua jornada como cão-guia”, justifica.

(esposa Kamila de Matos Correia)

O gerente geral do Instituto Magnus, Thiago Pereira, destaca: “Para ser socializadora, a família deve entender que a causa de mudar a vida da pessoa com deficiência visual é ainda maior do que o amor que ela tem pelo animal, e que ele tem que seguir sua jornada, pois alguém que realmente precisa estará esperando por ele. O cão treinado para ser guia é um facilitador neste processo de inclusão, pois ele é responsável por oferecer confiança, segurança e promover a autonomia e independência do usuário”.

No Brasil existem apenas 133 cães-guias em atividade e mais de 7 milhões de pessoas com alguma deficiência visual, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Atualmente, cerca de 600 pessoas estão inscritas a espera de um animal que poderá melhorar a sua vida. Em 2020, o Instituto Magnus entregou 12 cães e para este ano, a expectativa é entregar até 20 animais. A capacidade do Instituto Magnus é para treinar e doar 64 cães-guias por ano.

Para ser uma família socializadora

Os socializadores não têm custo nenhum para receber um cão em sua casa, pois todas as necessidades médicas e de treinamento são de responsabilidade do Instituto Magnus. Os voluntários precisam apenas:

– residir na região de Sorocaba, para que o animal possa contar com assistência veterinária de clínicas parceiras;

– acolher o cão por cerca de um ano e se comprometer a levá-lo para conhecer os mais diversos locais;

– ter tempo e disposição para realizar os treinos e rotina do filhote.

Os interessados em serem socializadores ou terem acesso a um cão-guia podem entrar em contato com o Instituto Magnus pelo site institutomagnus.org, na aba “família voluntária”, ou pelo e-mail contato@institutomagnus.org.

Instituto Magnus passa a formar cães-guias na região de Niterói
Instituto Magnus passa a formar cães-guias na região de Niterói

Organização busca famílias voluntárias para socializarem os animais em treinamento. A participação das famílias socializadoras é fundamental na formação dos cães

O Instituto Magnus, o maior centro de formação de cão-guia da América Latina, que tem sede na cidade de Salto de Pirapora, interior de São Paulo, passará a treinar cães para serem os olhos de pessoas com deficiência visual na região de Niterói. A partir de novembro, uma equipe de profissionais especializados, que conta com George Harrison, instrutor de cão-guia do instituto e referência na atividade no Brasil, realizará em Itaipuaçu, distrito de Maricá, o trabalho que já transformou a vida de dezenas de pessoas em todo o país. Desde setembro de 2018, quando foi inaugurado, o Instituto Magnus já doou 42 cães aptos a guiarem. Um número bastante expressivo, considerando que no país existem apenas 133 cães-guias em atividade e mais de 7 milhões de pessoas com alguma deficiência visual, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A organização é uma iniciativa sem fins lucrativos especializada na formação de cães-guias, e oferece gratuitamente assistência a pessoas com deficiência visual. A base de apoio que será instalada em Maricá terá capacidade para treinar e formar 18 cães por ano. Em Salto de Pirapora, este número chega a 64. Atualmente, existem cerca de 600 pessoas inscritas a espera de um animal que poderá melhorar a sua vida.

“Nossa intenção é contribuir com a inclusão social e promover a autonomia das pessoas com deficiência visual por meio da utilização do cão de assistência. O cão treinado para ser guia é um facilitador neste processo de inclusão, pois ele é responsável por oferecer confiança, segurança e promover a autonomia e independência. Além disso, causa interação social e, consequentemente, eleva a autoestima do usuário”, destaca Thiago Pereira, gerente geral do Instituto Magnus.

O processo para a formação de um cão-guia é longo e intenso, e neste caminho, o trabalho voluntário é fundamental. Antes de chegarem ao seu destino final, os cães são acolhidos por famílias socializadoras, que os recebem em suas casas pelo período de um ano e têm o papel de apresentá-los às mais diversas situações, para promover seu desenvolvimento e acostumá-los às atividades do dia a dia. Além, é claro, de darem a eles tempo e amor. O desafio dessas famílias é saber que depois desse período, os animais vão seguir sua missão: voltam para o instituto, onde ficam cerca de cinco meses em treinamento para se tornarem aptos a serem guias. Após formados, poderão ser doados para conduzir pessoas com deficiência visual de todo o Brasil.

Com a instalação da base de apoio, o Instituto Magnus busca voluntários na região de Niterói. As famílias socializadoras têm papel fundamental no processo de formação de um cão-guia, pois sem elas o trabalho para. “É gratificante ver um pequeno, que não sabe fazer muito, se tornar um cão-guia, com essa importante missão, que é um verdadeiro milagre! Ele te faz feliz com o conjunto: com a companhia, as brincadeiras de um cão pet, seu desenvolvimento, e depois, ao seguir seu caminho com essa responsabilidade, gera ainda mais felicidade ver uma foto ou receber um agradecimento do seu usuário por termos contribuído com sua formação. Fico extremamente feliz com o destino de cada um”, incentiva Dalete de Souza, voluntária na região de Salto de Pirapora que já está em sua quarta socialização e não pretende parar.

Para ser uma família socializadora

Os socializadores não têm custo nenhum para receber um cão em sua casa, pois todas as necessidades médicas e de treinamento são de responsabilidade do Instituto Magnus. Os voluntários precisam apenas:

– residir na região de Niterói-RJ, para que o animal possa contar com assistência veterinária de clínicas parceiras;

– acolher o cão por cerca de um ano e se comprometer a levá-lo para conhecer os mais diversos locais;

– ter tempo e disposição para realizar os treinos e rotina do filhote.

Os interessados em serem socializadores ou terem acesso a um cão-guia podem entrar em contato com o Instituto Magnus pelo site institutomagnus.org, na aba “família voluntária”, ou pelo e-mail contato@institutomagnus.org.

Vet Estágio Adimax Promove Vivência Na Indústria Pet Food
Vet Estágio Adimax Promove Vivência Na Indústria Pet Food

Programa amplia as possibilidades de atuação dos futuros médicos-veterinários

Foi tudo como o planejado. O estágio dos sonhos com um final feliz. O então estudante de medicina veterinária Gabriel Silva foi o segundo estagiário do Vet Estágio, programa que tem como foco buscar novos talentos e fortalecer o relacionamento com esses futuros profissionais, oferecendo a oportunidade de vivenciar diversas áreas da futura profissão em uma indústria de pet food.

Agora formado, o médico-veterinário Gabriel concluiu a graduação no começo deste ano e mostra a importância de ter estagiado nesse segmento, algo ainda pouco oferecido pelas indústrias e explorado pelos universitários. “Foi uma experiência incrível poder vivenciar todas as etapas do processo de produção e comercialização de alimentos para pets. Ter a visão do micro ao macro de todo o mercado de pet food foi fundamental para o meu desenvolvimento profissional na área”, conta Gabriel, que estagiou na unidade de Salto de Pirapora/SP.

Estagiar na Adimax era um sonho antigo. Enquanto cursava a faculdade, ele já pensava em trabalhar em uma das maiores empresas do mercado pet no Brasil. “Participar do Programa Vet Estágio foi um sonho concretizado. Desde o início da minha graduação, muito antes do programa existir, eu já planejava e buscava uma oportunidade de estágio aqui na Adimax”, revela.

Esse entusiasmo ganhou outro significado, o jovem de 23 anos passou a integrar o quadro de colaboradores da empresa em março de 2021 e se tornou parte do novo programa da empresa, o Pet Trainer, vinculado à marca Fórmula Natural. “É um grande desafio, ainda mais sendo responsável pelo programa. Um projeto novo no qual eu fiz parte de toda estruturação. Com toda certeza o estágio me deu uma bagagem essencial para minha atuação aqui”, relata Gabriel, que ainda completa dizendo que atuar com uma equipe composta por mais de 50 médicos-veterinários é um fator motivacional a mais para o trabalho.

O Vet Estágio está em sua quarta edição e iniciou sua expansão para todas as unidades da Adimax este ano. Para mais informações sobre o estágio, acesse o nosso site!

A Adimax está entre as únicas empresas da área de pet food que oferecem um programa de estágio tão completo como o Vet Estágio”.

Participe dessa experiência única e inscreva-se pelo link: https://adimax.com.br/trabalhe-conosco/

Dia das Crianças ADIMAX
Dia das Crianças ADIMAX

Presentear com pet requer planejamento familiar e decisão consciente

Para muitas famílias, o Dia das Crianças é a ocasião perfeita para presentear com um pet. Afinal, os pequenos costumam ser loucos por animais, muitas vezes anseiam por um bichinho e a data é um convite para atender esse desejo.

Os pets, em especial os cães e gatos, têm o dom de levar alegria aos lares. Além disso, são responsáveis por diversos benefícios para as crianças: estimulam o senso de responsabilidade, pois são dependentes de alguém para alimentá-los, levá-los para passear, manter sua higiene e a do ambiente e dar-lhes amor e carinho; contribuem para o desenvolvimento emocional; promovem o convívio social, auxiliando nos casos de timidez; estimulam brincadeiras e atividade física; podem ajudar a acalmar e relaxar, auxiliando no controle do estresse.

No entanto, introduzir um pet na família requer mais do que um ato impulsivo para agradar as crianças. Antes de comprar ou adotar um animalzinho, é importante fazer um planejamento e discutir entre todos os membros as questões relacionadas à posse responsável, levando em consideração a rotina e o estilo de vida da família, se já tem outros pets em casa, as responsabilidades do dia a dia, se alguém apresenta alergias, possibilidade de objetos danificados por filhotes ou durante a adaptação, as condições financeiras para manter o animal, entre outras. Se a família não estiver preparada, provavelmente terá problemas.

Uma decisão consciente evita que o destino do pet seja o abandono nas ruas ou a devolução ao abrigo de origem. Dados da Organização Mundial da Saúde apontam que no Brasil existem cerca de 30 milhões de animais abandonados, sendo 20 milhões de cães e 10 milhões de gatos.

A médica veterinária Lara Volpe destaca o impacto que o abandono ou a devolução pode trazer para um pet: “Os animais são capazes de experimentar sentimentos como alegria, dor, tristeza e solidão. Diante disso, a conscientização sobre a guarda responsável é ainda mais importante”.

Ao optarem por incluir um pet na família, os novos tutores devem assumir as responsabilidades e zelar pela sua saúde, e os cuidados começam com a alimentação. Lara, que faz parte da equipe técnica da Adimax, uma das maiores fabricantes de alimentos para cães e gatos do Brasil, orienta: “Os animais têm necessidades específicas que dependem do seu porte, da idade, da condição física, entre outros fatores. Filhotes têm necessidades diferentes de animais adultos e idosos, assim como os castrados, os com tendência ao ganho de peso, ou ainda os de pelagem longa”. A veterinária explica que oferecer um alimento vai além de saciar a fome do animal de estimação: “O cuidado com a nutrição dos pets pode evitar doenças e garantir uma vida longa e saudável, por isso, a recomendação é que os tutores busquem alimentos completos, que forneçam todos os nutrientes que ele precisa em cada momento da sua vida”.

Oferecer alimentos nutricionalmente balanceados desenvolvidos especialmente para cães e gatos é o primeiro passo para ter um animal saudável, cheio de energia e garantir uma relação feliz e duradoura com as crianças e toda a família.

A alegria dos pets na gôndola dos supermercados!!
A alegria dos pets na gôndola dos supermercados!!

Qualidy é uma marca de alimentos Premium para cães e gatos desenvolvida especialmente para o autosserviço

Com mix completo de produtos, como alimentos secos, úmidos e snacks, a Qualidy conta com uma cadeia de distribuidores exclusivos fortalecendo sua atuação no canal.

A apresentadora Ana Maria Braga está reforçando a presença da Qualidy no mercado e nos pontos de venda, através de diversos materiais, como displays e totens. A apresentadora é a segunda celebridade mais lembrada no segmento de autosserviço (Fonte: IBOPE Repucom – Celeb Score 2020), comprovando ainda mais a força dessa união!

A força da Qualidy foi comprovada com a Pesquisa Nielsen, divulgada na Revista Super Varejo em julho/2021, ficando entre as 5 principais marcas na categoria de alimentos para cães e gatos*.

Qualidy. A qualidade que faz alegria do seu pet.

Acesse e conheça nossa linha completa de produtos Qualidy : https://adimax.com.br/qualidy

Lançamento de embalagem de pet food com poliéster reciclado pós-consumo (PCR)
Lançamento de embalagem de pet food com poliéster reciclado pós-consumo (PCR)

A Linha Fórmula Natural adota uma solução mais sustentável alinhada aos atributos do produto

A Adimax, uma das maiores fabricantes de alimentos para cães e gatos do Brasil, reforça seu compromisso com as boas práticas ambientais e com os desafios para minimizar os impactos no planeta, e apresenta sua linha Fórmula Natural em uma embalagem mais sustentável e inédita no Brasil nesta categoria de produtos. Produzidas com PET PCR (poliéster reciclado pós-consumo), as embalagens traduzem o objetivo principal da Adimax com relação às questões ambientais: manter a sustentabilidade em todo o ciclo de vida do produto.

O projeto é resultado da busca constante da empresa por alternativas para aprimorar seu produto final, melhorando todo o processo, desde a produção até o descarte, contribuindo com a redução de resíduos e com a preservação do meio ambiente. “Nossa ideia era promover a relação perfeita entre produto e embalagem, e nada mais adequado para uma linha que leva ‘natural’ em seu nome do que um bag plástico flexível sustentável”, explica Leonardo Dalmagro, gerente de desenvolvimento de Embalagens da Adimax. Com a conclusão deste projeto, a empresa é pioneira em comercializar pet food em uma embalagem produzida com conteúdo reciclado.

O novo produto é fabricado com os filmes sustentáveis da linha Ecophane®, da Terphane, líder em filmes PET (poliéster) na América Latina e um importante player mundial. Esses filmes são os únicos aprovados no Brasil, pela Anvisa, para contato direto com alimentos. Os filmes sustentáveis Ecophane® têm, no mínimo, 30% de PET PCR em sua composição, o que lhes garante o selo ‘Recycled Content’, conferido pela agência internacional de certificação SCS Global Services. “Estamos felizes por ter um cliente como a Adimax que se preocupa que seus produtos e embalagens tenham um impacto ambiental positivo. A escolha do filme PET PCR Ecophane® atesta essa preocupação: cada tonelada de material PCR usado representa a coleta e a reciclagem de 13.800 garrafas PET”, ressalta André Gani, diretor Comercial & Marketing da Terphane.

Além de garantirem um menor uso de matérias-primas virgens, os filmes da linha Ecophane® estão inseridos no conceito de Economia Circular: o PET descartado na forma de recipientes, garrafas ou outros itens é coletado, reciclado e volta a ser embalagem. “O comprometimento da Terphane com a circularidade das embalagens está alinhado aos princípios da Adimax e, por isso, já tínhamos o desejo de ter esse material em nossos produtos”, afirma Dalmagro.

Além disso, a resina de fonte renovável I’m Green também está presente na formulação da embalagem produzida pela Incoplast, marca do Grupo Copobras e líder do mercado de embalagens pet food. “Este projeto é a união de diversas soluções que resultaram na redução de camadas de materiais e que estão alinhadas aos atributos que o produto final entrega. Junto a Adimax desenvolvemos uma embalagem sustentável e economicamente viável, atendendo todas as necessidades da dinâmica de consumo”, pontua Daiane Mazon, engenheira de produto da Incoplast. “Para nós, a sustentabilidade não é apenas uma visão de futuro, são ações do presente que norteiam nossos desenvolvimentos”, completa Daiane.

As novas embalagens da linha Fórmula Natural nasceram a partir de um projeto de eco design inteligente, com foco na sustentabilidade. Por isso têm o tamanho correto para as porções e um sistema de refechamento que minimiza o desperdício; as informações impressas garantem uso e armazenamento corretos e a leveza otimiza a logística do produto, reduzindo impactos nas etapas de armazenamento, distribuição e transporte. “As embalagens flexíveis colaboram muito com esta jornada sustentável, por seu excelente desempenho em todo o ciclo de vida do produto e atributos alinhados às tendências de consumo atuais: funcionalidade, conveniência, praticidade, atratividade no PDV e sustentabilidade, com ênfase no melhor uso dos recursos”, conclui Dalmagro.

A responsabilidade socioambiental faz parte do DNA da Adimax. Sua missão vai além de promover o bem-estar dos animais e sua atuação é marcante nos aspectos que envolvem os pilares da sustentabilidade (econômico, ambiental e social). As ações sustentáveis são inerentes à empresa, que também utiliza fontes renováveis para a produção de outras embalagens e realiza a compensação ambiental para seu descarte, assumindo um sério compromisso com a preservação do meio ambiente ao contribuir com a redução da poluição e promover consumo consciente de recursos.

Logística reversa

Para realizar a administração de seus resíduos sólidos, a Adimax tem parceria com o projeto EuReciclo, que promove reciclagem com responsabilidade social por meio da compensação ambiental.

Banner Fórmula Natural 2
Banner Fórmula Natural 2
Mês do Veterinário
Mês do Veterinário

Fórmula Natural faz homenagem a todos que têm corpo Médico e Alma Veterinária

Dia 09 de setembro, comemoramos o Dia do Médico-Veterinário e a Fórmula Natural preparou várias ações para homenageá-los durante todo o mês de setembro. Bacana, né?!

Olha só quanta coisa legal está rolando:

#DiaDeVet

Para começar, do dia 02 ao dia 08, as redes sociais da marca estavam dedicadas a mostrar para todos como é o dia a dia de um Médico Veterinário da Adimax. Seja atuando na área comercial ou técnica, compartilhando os desafios e as recompensas dessa amada profissão.

Vídeo Corpo Médico, alma Veterinária

No dia 9 de setembro é comemorado o dia do Médico Veterinário, por isso a Fórmula Natural preparou uma homenagem incrível: um vídeo emocionante para parabenizar esses profissionais. E para deixar tudo ainda mais especial, o lançamento deste vídeo foi durante o Programa Mais Você, com a Ana Maria Braga

Lover de Pet Para Todo Vet

Entre os dias 10 e 17, iremos compartilhar depoimentos de petlovers que tiveram um momento especial entre seus pets e os médicos veterinários. Uma oportunidade de valorização e gratidão para com esses profissionais.

Minha Profissão, Minha Vida

Fique ligado, de 18 a 24 de setembro, você irá conhecer um pouco mais dos hobbies de alguns médicos veterinários, onde eles mostrarão um pouco de suas paixões além da medicina veterinária.

Viu só como o mês de setembro é especial?! Uma homenagem para pessoas de Corpo Médico e Alma Veterinária.

Acompanhe todas as novidades pelo Facebook e Instagram. (@formulanaturaloficial)

A gente se vê por lá!

Por um mundo mais sustentável
Por um mundo mais sustentável

De forma inédita, as unidades de Abreu e Lima (PE), Uberlândia (MG) e Goianápolis (GO) foram certificadas pela Enerbrax, empresa de consultoria e gestão estratégica de energia, por reduzirem 807,28 tCO2e* de gases de efeito estufa através da utilização de energia elétrica proveniente de fontes renováveis, ou seja, que podem ser reutilizadas e, consequentemente, possuem menor impacto ambiental. 

*Metodologia Green House Gases

Mas o que isso significa?

Significa que reduzimos os poluentes que contribuem para a aceleração do efeito estufa, um fenômeno natural, porém que atualmente se encontra em um ritmo fora do normal.

Ao optar por energia renovável, evitamos a poluição ambiental, os gases de efeito estufa, as mudanças climáticas e o aquecimento global.

83% da matriz elétrica do Brasil é composta predominantemente por fontes renováveis, sendo as mais usadas*:
• hidrelétrica (água)
• eólica (vento)
• solar
• biomassa (cana-de-açúcar – a mais usada)
• biogás (gás produzido a partir da decomposição da matéria orgânica)


*Fonte: Ministério de Minas e Energia.

Qual o impacto do uso das fontes renováveis pela Adimax?

A redução de 807,28 tCO2e, promovida pela Adimax através da utilização de fontes renováveis, é equivalente a capacidade de CO2 de 26.900 árvores ao longo de 1 ano, uma vez que uma árvore consegue absorver cerca de 30kg de CO2 anualmente.

Outro exemplo do que essa redução representa é que as companhias aéreas estimam que a emissão de carbono média no trajeto Congonhas (SP) a Santos Dumond (RJ) é de 34 kg de CO2 por passageiro. Portanto, considerando voos comerciais com lotação de 130 pessoas, também poderíamos indicar que a mesma emissão evitada pela Adimax equivale a quase 183 trechos de uma aeronave 737 entre SP e RJ.

Esta é mais uma ação que reafirma o compromisso da Adimax com o crescimento contínuo e sustentável, tendo consciência do papel que deve assumir na sociedade na qual em que está inserida.

Adimax recebe certificado da parceira Enerbrax

Mais uma Conquista Adimax | Selo RA1000 Reclame Aqui
Mais uma Conquista Adimax | Selo RA1000 Reclame Aqui

A Adimax acabou de ser certificada com o Selo RA1000 do Reclame AQUI pela excelência no atendimento ao cliente! Essa é a mais alta classificação reputacional da plataforma e significa que o consumidor pode confiar mesmo na empresa! 

Hoje, o Reclame AQUI é uma vitrine! Cerca de 20 milhões de consumidores acessam o Reclame Aqui por mês, sendo a maior parte deles para buscar informações sobre a confiabilidade das empresas antes de adquirir um produto ou serviço.

Para ter a certificação RA1000, a empresa precisa passar por uma auditoria e também atingir os resultados necessários.

Confira o desempenho da Adimax!

Reclame AquiAdimax
Índice de respostas90%100%
Índice de Voltaria a fazer negócio70%88,20%
Índice de solução90%90,20%
Índice de notas do consumidor78,29
Avaliações de consumidores5051